sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

HQ Lombra & Larica "Domingão no Estádio"

O futebol está de férias, mas segue uma HQ de "Lombra & Larica" assistindo à uma partidinha da "alegria do povo". Hilário - e sem noção - como sempre ocorre com esses dois...





segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

HQ institucional de "Seu Chaves, o porteiro (de Natal)"

HQ publicada na Revista "Giro SP" (na seção "Humor & Consciência"), há alguns anos atrás; esse site anunciado (www.valmirfrias.com), nem é mais válido, mas a mensagem de Natal dessa HQ ainda é muuuito pertinente. E, de novo, um Feliz Natal pra todos!!!...


sexta-feira, 22 de novembro de 2013

HQ Lombra & Larica "Festa Reggae"

Lombra & Larica aprontam todas num show de reggae com muitas atrações (musicais e vegetais)...


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

domingo, 10 de novembro de 2013

Série de Tiras em Quadrinhos "Zinho"

Série "Zinho", criada pra Revista ZN (em seu suplemento ZN Júnior), ensinando às crianças - de forma bem lúdica - como elas nasceram...




sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Duas matrizes epistemológicas (que se sucederam, como verão)

Uma das áreas da Filosofia mais interessantes - a meu ver - é a "Epistemologia". Segundo o site Significados http://www.significados.com.br/epistemologia/ ), a área que os seus estudos comportam é a que segue (logo abaixo):

"A epistemologia estuda a origem, a estrutura, os métodos e a validade do conhecimento, e também é conhecida como teoria do conhecimento e relaciona-se com a metafísica, a lógica e a filosofia da ciência."

Vou agora mostrar como conhecer a epistemologia - ou seja, a origem - de algumas palavras é extremamente interessante.

Vamos a palavra "desorientado". Durante o final da Idade Média e o início da Idade Moderna era muito importante saber como chegar ao - e como fazer contato com o - Oriente (parte ainda pouco conhecida do mundo, mas já de grande importância para o comércio dos europeus). Sendo assim, quem não tinha conhecimentos (geográficos, marítimos ou terrestres), para se chegar ao tão mitificado Oriente era alguém que não tinha muita coisa a apresentar, a acrescentar, alguém - em suma - não "orientado"; era, por fim, um "desorientado" (sem grandes conhecimentos utilizáveis, ao menos do ponto de vista que se necessitava para um momento de "Grandes Navegações" e descobrimentos, como era a época em questão).

Já bem depois, durante a nossa era - a Idade Contemporânea (principalmente entre o século XIX e o princípio do século XX) - quando o Oriente perde boa parte da sua importância (e quando o local de importância hegemônica, tanto política quanto econômica, passa a ser a Europa e, em menor parte [ainda], os Estados Unidos), aquele primeiro termo passa a não ser assim tão utilizado - ao menos em seu sentido primeiro - sendo substituído por outro termo, mais condizente com a nova hegemonia político-econômica, sendo este: "desnorteado" (ou seja, "sem norte").

Sabendo-se a origem dos termos, fica tudo muito mais condizente (e entendível), não é mesmo? E aí, a Epistemologia é ou não é interessantíssima???


quinta-feira, 31 de outubro de 2013

HQ A Estagiária Isaura "com TPM"


Uma 'homenagem' às mulheres que sofrem desse distúrbio (e principalmente aos maridos/namorados destas, que sofrem mais ainda, heheheee...).


quinta-feira, 24 de outubro de 2013

HQ Institucional "Museu a céu aberto" (pra trabalho de Mestrado)

HQ Institucional (criada pra demonstrar o uso das HQ's na Educação), para Apresentação na disciplina de "Educação e Mídia" (de meu Mestrado), visando dar auxílio às visitas monitoradas ao Cemitério da Consolação, em São Paulo.









quarta-feira, 11 de setembro de 2013

O 11 de Setembro, outros 11 de Setembro pela História e a real importância do 11 de Setembro norte-americano...

Estamos lembrando hoje os ataques do 11 de Setembro. Mas, se nos ativermos somente a data, de que fato histórico estamos falando? De que ano é este 11 de Setembro?? O 11 de Setembro em questão, portanto, como já seria de se esperar, é o de 2001, aquele dos ataques às torres gêmeas...


Está pasmo com este primeiro questionamento? Não se assuste, afinal de contas já houveram alguns outros 11 de Setembro bem importantes - dependendo do contexto histórico, do local ou do ano em que estes 11 de Setembro se desenrolaram. Vejamos alguns deles...



* Em 11 de Setembro de 1297 os escoceses derrotaram os ingleses na Batalha de Stirling Bridge, liderados por ninguém menos que William Wallace - que será interpretado, no futuro, pelo ator Mel Gibson, no filme sobre Wallace ("Coração Valente", de 1995). Se isso não é tão importante assim pro resto do mundo, pra Escócia foi um fato de alta importância, sendo mesmo o fato histórico que dá início e sustentação à própria nação escocesa. Os escoceses tiveram o "seu" 11 de Setembro ainda no século XIII...



* Mais próximos de nós, no tempo - já que foi no século passado - acontece o 11 de Setembro de 1973, que para a maior parte dos chilenos - principalmente os de esquerda - é um dia também lembrado com bastante tristeza (como para os estadunidenses depois do 11 de Setembro deles), pois foi o dia do desfecho do golpe militar do general Pinochet, finalizado com o bombardeio ao Palácio de La Moneda, sede do governo chileno, e a deposição - e posterior suicídio - de Salvador Allende. Será isso importante o bastante pro Chile? A importância desse fato é menor que o dos ataques às torres gêmeas??...



Estou usando de certa ironia - mostrando outros interessantes fatos históricos - pra mostrar que, mesmo que tentemos não dar uma demasiada importância aos ataques de 11 de Setembro, essa importância existe e é tão latente que, quando não aparece logo "de cara" num texto, fica essa sensação de estranhamento e, arrisco-me a dizer, isso deve-se ao caráter de mescla o antigo e o novo...



Explico: a importância do 11 de Setembro de 2001 não está no fato do ataque ter sido ao todo-poderoso Estados Unidos, mas sim destes ataques terem sido feitos não por um país/ideologia (como se esperava durante a Guerra Fria, com um possível ataque soviético/socialista aos norte-americanos/capitalistas), mas sim de algo considerado desde sempre, pelo Ocidente, como atrasado e/ou retrógrado: fundamentalistas islâmicos que compõem um grupo como a Al Qaeda. Como disse, o antigo atacando o novo, o moderno...



Com essas elucubrações não quero dizer o quão um lado está certo ou errado (isso mesmo: os dois lados tem a "sua" verdade, podem estar certos ou errados dependendo do prisma, da sua vivência...), porém, do ponto de vista histórico, este fato foi - e ainda o é - importantíssimo. Arrisco a dizer que, num futuro não muito distante, este fato será comparado a uma queda de Roma (ponto onde termina a Idade Antiga e começa a Idade Média), a uma queda de Constantinopla (ponto onde termina a Idade Média e começa a Idade Moderna), ou mesmo à eclosão da Revolução Francesa (o ponto onde termina a Idade Moderna e começa a nossa era, a Idade Contemporânea), e poderá mesmo ser o ponto onde terminará a "atual" Idade Contemporânea e começará uma nova Idade. Afinal de contas, desde aquele fatídico 11 de Setembro de 2001, o mundo não é mais o mesmo...



Literalmente!      



quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Série de Tiras em Quadrinhos "Trupe Trips"

Série de tiras em quadrinhos (em P&B), cuja temática é o teatro...

Foram publicadas no livro "Tiras de Letra Outra Vez", em 2003, pela Editora Virgo, sendo um trabalho em conjunto com outros 26 autores de quadrinhos...







sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Uma palavra que mudou drasticamente de sentido.

Na História humana temos vários exemplos de palavras - ou expressões - que, com o decorrer do tempo, mudaram - às vezes drasticamente - o seu sentido original.

Falarei de uma que aconteceu exatamente isso, como verão...

A palavra é energúmeno. Em nossos dias seu significado é "idiota" (ou ainda "inútil" ou "ignorante").

Porém, em sua origem (que remonta à Grécia antiga), se chamava de energoúmenos (na grafia grega), a uma "pessoa que tivesse propensão a sofrer a ação de gênios" ou ainda a uma "pessoa possuída por algum tipo de demônio". Tudo bem que este 'gênio' a que os gregos se referiam não tinha o mesmo significado que 'gênio' tem em nossos dias (ou seja: o daquela "pessoa que faz muito bem uma determinada coisa", uma vez que este significado só se iniciou durante o Renascimento, com gênios como Leonardo da Vinci e Michelângelo). O 'gênio' dos gregos estava mais para um "duende", um "gnomo" ou mesmo uma espécie de "demônio"...

Mas daí a se transformar esse energúmeno em um idiota - nos nossos dias - é, no mínimo, muito curioso, não é mesmo?

NOTA: A ilustração abaixo é de um personagem meu, Tatá Pancada (de um livro não publicado), que, como o nome faz crer, é um tremendo idiota (ou, seguindo a premissa aqui mostrada, um grande energúmeno).

  

sábado, 10 de agosto de 2013

HQ Lombra & Larica "A Visita do Pai do Lombra"

HQ antiga de "Lombra & Larica" (dessa vez em P&B), numa pequena "homenagem" ao Dia dos Pais (heheheee...)






segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Tiras em quadrinhos "HUQ (História Universal em Quadrinhos)"

Comemorando 1 'mezinho' de blog, seguem 4 tiras em quadrinhos - didáticas e humorísticas, sobre a História (obviamente, como verão pelo título): "HUQ (História Universal em Quadrinhos)".